• Home
  • Blog
  • Carreira
  • 5 empresas com as quais você pode aprender sobre empreendedorismo

5 empresas com as quais você pode aprender sobre empreendedorismo

5 empresas com as quais você pode aprender sobre empreendedorismo

Quais são as novas formas de aprender sobre empreendedorismo? Sabemos que os modelos de negócios, as demandas, necessidades e comportamentos dos clientes mudam o tempo todo. Neste sentido, onde buscar conhecimento em suas formas mais atuais?

Talvez a resposta para essa pergunta esteja em uma nova maneira de fazer negócios: o capitalismo consciente. Ao procurar oportunidades de ganhar dinheiro e ainda por cima fazer o bem, algumas empresas estão inovando o ecossistema do mundo dos negócios. 

Hoje, vamos conhecer algumas delas. Sente-se confortavelmente e siga com a leitura. Vamos apresentar alguns casos dos mais inovadores e eventos que dão o tom quando o assunto é aprender a empreender e causar impacto real e positivo na sociedade!

#01 Pólen

O pólen está presente em vários tipos de plantas e é um dos elementos responsáveis pela fertilização e reprodução do reino vegetal. 

Quando é transportado de flor em flor por abelhas e passarinhos, por exemplo, permite que as espécies se perpetuem e multipliquem. 

O pólen é uma pequena parte, uma colaboração que entra em toda uma cadeia mais complexa que faz com que a vida aconteça. E o que isso tem a ver com o nosso post?

Existe uma empresa que levou isso tão a sério que acabou transformando esse conceito em um serviço.

Pólen é uma iniciativa que ajuda empresas de e-commerce a agregarem um propósito extra às suas transações. Se um cliente compra um produto em uma loja virtual com o Pólen, tem a chance de realizar uma pequena contribuição para alguma ONG em particular. 

Funciona da seguinte forma: os recursos são obtidos do total da compra, sem que o comprador gaste mais com isso. O e-commerce arca com 1% (ou um Real) de cada compra e destina estes fundos à doação. 

Qual é o benefício, nesse caso, para a loja virtual? Como os clientes sabem que estão contribuindo para uma causa social, a conversão aumenta em até 20%, o que representa um ROI (retorno sobre investimento) 23 vezes maior.

#02  Editora Mol

O empreendedorismo social também pode ser um sucesso quando aplicado a negócios mais tradicionais, como o de publicações impressas. A Editora Mol se define nada menos do que como a “maior editora de impacto social no mundo”. 

Entre os produtos fabricados pela Mol, são produzidos desde livros a revistas, como também calendários. Negócios de todos os tipos, principalmente os da rede varejista, participam como parceiros e são pontos de distribuição dos exemplares. 

Em um mundo digital, a Mol aposta na solidariedade dos clientes que vão às lojas físicas e têm acesso às publicações sem ter que pedir pela internet ou ir à uma banca de revistas. 

O benefício para as marcas que apostam nas publicações da Mol é a visibilidade e a conquista de novos públicos. Projetos como o Você é Incrível é “um livro feito por mulheres e para mulheres” que já vendeu mais de 35.000 exemplares e doou quase 70 mil Reais à RME (Rede de Mulheres Empreendedoras).

A editora entra com a expertise no mercado de publicações, conectando negócios com organizações com causas sociais. O varejista colabora com recursos financeiros e com sua grande capacidade de chegar e influenciar mais pessoas.

#03 FA.VELA

Depois destes dois exemplos mais tech, chegou a hora de dar uma olhada em uma iniciativa que visa potencializar o aprendizado local em comunidades.

Neste sentido, o Fa.vela vai a fundo. 

O empreendimento se define como um “hub de educação e aprendizagem empreendedora, inovadora, digital e inclusiva” e até o ano de 2019 (interrompido temporariamente pela pandemia) dispunha um espaço de capacitação, uma aceleradora para empreendimentos de pessoas da região. 

O Fa.vela já contribuiu para a trajetória de mais de 130 empreendedores e realiza mentorias, colabora com oficinas, atendimentos presenciais e já ampliou sua rede de mentores a 36. 

A tecnologia está a favor da transformação social no Fa.vela. Conheça sua escola de formação, onde são ministradas aulas online, são feitos os assessoramentos, faz publicações digitais e ainda abre as portas para atividades de forma totalmente gratuitas e dá acesso a cultura e lazer para os participantes. 

Identificar oportunidades de negócios é o que busca todo empreendimento. No caso do Fa.vela, o compromisso é com a população. Ao formar realizadores, a organização atua onde outras iniciativas do estado não estão presentes e a rede privada não é acessível. 

#04 Terra Nova

Vamos levar o empreendedorismo para o setor habitacional? Essa foi a aposta da Terra Nova, um grupo que realiza regularizações fundiárias. 

A organização resolve de “forma pacífica os conflitos relacionados à posse de terra” ao intermediar transações justas para proprietários e para os moradores, que têm o título das propriedades onde habitam regularizados. 

A Terra Nova entra onde não é habitual existir assessoramento legal e técnico: em áreas ocupadas irregularmente. De forma ativa, media conflitos que surjam com órgãos públicos e donos de terras em busca de uma solução que sirva para ambos lados. 

Atuando desde os anos 2000, a Terra Nova já conquistou vários prêmios, como Prêmio Empreendedor de Sucesso em 2017 e o Selo Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) em 2017.

Presente em quatro estados do Brasil (Minas Gerais, Paraná, Rondônia e São Paulo), já atua em mais de 30 comunidades e beneficiou mais de 38 mil pessoas, por meio da regularização de 3 milhões de metros quadrados de terras.

#05 Conferência Latino-Americana sobre Capitalismo Consciente 

Ainda que não figure como uma empresa, vale a pena conhecer a Conferência Latino-Americana sobre Capitalismo Consciente. O empreendedorismo que busca tanto o lucro como realizar algum tipo de contribuição para a sociedade pode ser visto em sua mais pura manifestação neste evento.

Participam do evento Desde líderes de grandes empresas até mesmo acadêmicos. O objetivo é buscar formas de encontrar boas práticas de gestão que levem em conta, além da tranquilidade dos acionistas, os grupos que participam da cadeia de produção de uma organização. 

Promovida pelo Instituto Capitalismo Consciente Brasil, a CCLAC é um bom lugar para você saber mais sobre como é possível empreender, ganhar dinheiro e ter impacto social. 

O que achou dos exemplos que citamos hoje? Lembre-se de que, para novos tempos, um novo ensino tem que surgir. É nisso que o Unisales MOB aposta, em uma proposta que combina o melhor do ensino presencial com as facilidades do ensino online. Conheça nossos cursos e veja você mesmo!

;
Logo Unisales