• Home
  • Notícias
  • Acadêmicos de Nutrição participam de hortas comunitárias

Acadêmicos de Nutrição participam de hortas comunitárias

Acadêmicos de Nutrição participam de hortas comunitárias

Imagine marcar um atendimento numa Unidade Básica de Saúde e tomar um chá feito com ervas fresquinhas, colhidas na hortinha. Os acadêmicos de Nutrição que realizam estágio supervisionado na Secretaria Municipal de Saúde de Cariacica estão participando do Projeto de Hortas e Jardins Terapêuticos que propõe o cultivo de hortas comunitárias para os profissionais das Unidades Básicas de Saúde e a comunidade.

O projeto é uma iniciativa sustentável, de baixo custo e de fácil aplicação. As mudas são feitas em crivos de ovos, rolinhos de papel higiênico e garrafas pet e são utilizadas para delimitar os canteiros, onde são plantadas ervas medicinais, boldo, cebolinha ou coentro. Os espaços são cuidados e os produtos consumidos por profissionais da Unidade de Saúde e da própria comunidade. A iniciativa faz parte das Práticas Integrativas Complementares de Saúde (PICS), nas UBS de Itapemirim, Santa Fé e Sotelândia, com grandes possibilidades de expansão.

A construção das hortas comunitárias busca incentivar o consumo consciente e o desenvolvimento local sustentável. Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da população, visando a redução do consumo de alimentos industrializados e com agrotóxicos, e a utilização de medicamentos em excesso, priorizando e estimulando o consumo de alimentos e ervas naturais.

“Além disso, queremos estimular o plantio de hortas residenciais, uma vez que o município tem fortes características rurais e boa parte das residências tem quintais, ofertar chás para a população nas UBS, utilizar como espaço terapêutico para os profissionais e para a população”, complementou Vanessa Alvarenga Crispim, referência técnica da área de alimentação e nutrição da Secretaria Municipal de Saúde de Cariacica (Semus).

O projeto estimula hábitos saudáveis e promove a autonomia quanto a criação de hortas caseiras. Além de promover o envolvimento da comunidade, em que todos podem plantar, cuidar, cultivar e colher. Para Christiane Kale Santos Soares, acadêmica do curso de Nutrição e estagiária, o projeto da horta é uma forma prazerosa de interagir e promover essa conscientização dos benefícios ambientais, sustentáveis e de educação. “Como estagiária de Nutrição vejo que é importante essa interação direta com a natureza para conhecer mais sobre a origem dos alimentos”.

De acordo com a professora do curso de Nutrição, Paula Regina Lemos, por meio do projeto os alunos estão desenvolvendo habilidades necessárias para a formação profissional. “A promoção da saúde e alimentação saudável pode ser feita de várias formas. As hortas servem de incentivo para fomentar hábitos alimentares saudáveis, permite, mostrar como pode ser feito plantio e colheita de alguns alimentos, mesmo em pequenos espaços, incentiva experimentar novos alimentos e, em alguns casos, até um meio de geração de renda. Os alunos envolvidos nesse tipo de projeto, está desenvolvendo habilidades de gestão de pessoas, praticar ações de Educação Alimentar e Nutricional, para população local, com o objetivo de manter e/ou recuperar o estado de saúde”.

Logo Unisales