Saiba como a tecnologia mudou a forma de aprender

Saiba como a tecnologia mudou a forma de aprender

Você já reparou em como a tecnologia mudou a forma de aprender? Antes, o kit básico de todo aluno era composto por livros, cadernos, lápis e canetas.

Hoje, já vemos diversas pessoas com tablets, notebooks e smartphones. Isso é possível porque foram desenvolvidas novas formas de ensinar e aprender com tecnologias, integrando-as à sala de aula.

Que tal saber como aconteceu tudo isso? Continue a leitura!

Do ensino tradicional ao ensino 4.0

Se você conversar com seus pais, professores e familiares, vai saber que algum tempo atrás, para realizar qualquer tipo de pesquisa acadêmica era preciso recorrer às bibliotecas e aos livros físicos. Toda a informação de que dispúnhamos estava em formato impresso.

As aulas eram planejadas para que os professores transmitissem o máximo de conhecimento possível aos alunos durante 50 minutos. Assim, o formato das aulas era: o professor fala, o aluno escuta e anota o que acha importante para estudar em casa depois.

É claro que em algumas disciplinas, como Física e Química, por exemplo, existiam algumas aulas de laboratório. Mas nada comparado aos recursos que temos hoje.

Com o passar do tempo e a adoção cada vez maior de tecnologia, foram surgindo novas formas de aprender e ensinar. Na sequência, você confere como a tecnologia mudou a forma de aprender nos últimos anos.

Pesquisas online

A maneira mais conhecida com que a tecnologia mudou a forma de aprender e ensinar é a pesquisa online. Se antes tínhamos que recorrer a livros e jornais impressos, hoje temos milhões de informações disponíveis na web.

Essa facilidade trouxe mais agilidade nas pesquisas e na obtenção de conhecimento. No entanto, é preciso estar atento à qualidade das informações. Por isso, é importante buscar fontes confiáveis.

Buscando informações online, você tem mais possibilidades de se aprofundar nos assuntos abordados pelos professores, consultar outros pontos de vista e desenvolver sua própria opinião.

Dinâmica de jogos

Chamada de gamification, a dinâmica de jogos traz para o ambiente acadêmico estímulos que despertam o engajamento dos alunos.

A aprendizagem baseada em desafios é um bom exemplo. O professor lança um desafio que deve ser superado pelos alunos com base nos conhecimentos adquiridos ao longo das aulas.

Para deixar ainda mais emocionante, é possível criar uma competição saudável, em que cada desafio superado gera uma pontuação. Quem chega ao final do módulo com mais pontos, ganha um prêmio.

E como a tecnologia entra nisso tudo? Os desafios podem ser lançados por meio de ambientes virtuais de aprendizagem, aplicativos para smartphones, por mensageiros instantâneos, como o WhatsApp, e até em grupos de redes sociais.

Tudo depende da criatividade do professor e da turma!

Ensino híbrido

Até bem pouco tempo atrás, a maioria dos cursos de graduação eram presenciais, o que exigia ir até a faculdade todos os dias, cumprir a carga horária de forma presencial e realizar todas as atividades de forma supervisionada pelos professores.

Como a tecnologia mudou essa forma de aprender? Possibilitando mesclar o ensino presencial com o ensino a distância.

Hoje, você pode cursar parte da graduação ou praticamente todo o curso online. As aulas teóricas são gravadas e podem ser acessadas a qualquer momento. O conteúdo fica disponível para download e a interação com professores e colegas se dá por meio de chats e fóruns.

Que tal saber mais sobre essa inovação? Leia o post Ensino híbrido: personalizando experiências no ensino superior!

Logo Unisales