Tecnologias digitais na educação: 3 maneiras inovadoras de aprender

Tecnologias digitais na educação: 3 maneiras inovadoras de aprender

Outro dia a gente já falou aqui sobre como a tecnologia mudou a forma de aprender. Em nosso post anterior, mostramos como as novas ferramentas tecnológicas estão contribuindo significativamente para o aprendizado, principalmente quando bem utilizadas.

Até aí não foi tão difícil entender, ou mesmo estar de acordo, certo? Afinal de contas, quem não gosta de experimentar as ferramentas mais modernas na vida diária, e também na hora de estudar, aproveitando as melhores tecnologias digitais na educação?

Se você faz parte desse time, mas pensa que vamos falar de recursos que não estão ao seu alcance, fique tranquilo: o que vamos ver no artigo de hoje são possibilidades totalmente a seu alcance. Vamos lá?

Tecnologias digitais na educação

Antes mesmo de entender que impactos as tecnologias digitais vêm provocando na educação, é preciso conhecer o que mais parecia coisa de ficção científica, mas já faz parte da realidade de muitos estudantes.

Quer conhecer alguns exemplos? É só acompanhar nossa lista!

1. Lousas digitais

Você já deve achar o quadro negro (que na verdade é verde) algo super comum, mas esse objeto tem uma longa história relacionada à educação. Sabia que as primeiras lousas eram literalmente feitas de pedra?

Depois, o avanço da tecnologia dos materiais permitiu que as lousas fossem feitas de placas, dos mais diversos materiais, e entrasse para o grupo das tecnologias digitais na educação.

Agora, o saudoso quadro negro deu mais um passo (e que passo!) em direção ao futuro e se transformou em um quadro interativo, mais conhecido como lousa digital.

Diferentemente do seu antepassado, a nova versão é capaz de reproduzir vídeos, interagir com o movimento e, melhor ainda, mostrar tudo isso ao mesmo tempo na tela do seu computador.

2. Realidade aumentada

Se tem algo que caiu como uma luva para a nova era da educação 4.0 foi uma das mais impressionantes tecnologias digitais na educação: a realidade aumentada.

Se você pensou diretamente em óculos tridimensionais que lhe fazem sentir-se dentro de uma baleia (se for uma aula de biologia, digamos), está certo.

Mas a realidade aumentada também tem outros tipos de aplicações. Por exemplo, existem aplicativos que permitem que você acesse conteúdos extras ao apontar sua câmera para um folder.

Em cada marcador é possível reproduzir um vídeo — ou outros formatos — que apresenta mais informações.

3. Gamification

Há tecnologias digitais na educação que surgem a partir de dispositivos, e há dispositivos que surgem a partir de coisas super legais. E o que pode ser mais interessante que vincular uma competição ao aprendizado?

Vamos falar a verdade, já lhe prepara para uma competição que você vai ter que enfrentar de qualquer forma, assim que sair da faculdade: o mercado de trabalho.

Um bom exemplo aplicado às tecnologias digitais na educação é o aplicativo de idiomas Duolingo. Ao assimilar os conteúdos e interagir, se o estudante errar, precisa esperar para continuar “jogando”. Assim, o aluno vai passando de fase e atingindo novos objetivos.

Com tanta coisa à disposição, a gente pode até se perguntar que impactos as tecnologias digitais vêm provocando na educação. Uma coisa é certa: as novas ferramentas evoluíram e mudaram totalmente o que a gente conhece como rotina de estudos, e para melhor!

Quer conhecer outras formas inovadoras de aprender? Conheça as metodologias ativas de aprendizagem!

Logo Unisales