• Home
  • Notícias
  • Projeto de Psicologia UniSales leva acolhimento e escuta à mulheres

Projeto de Psicologia UniSales leva acolhimento e escuta à mulheres

Compartilhar vivências, lutas, derrotas e conquistas na partilha com outras mulheres-mães. Esse é o objetivo do projeto Tenda Vermelha desenvolvido pelas acadêmicas do curso de Psicologia, realizado em parceria com o Instituto João XXIII, que promove acolhimento às mulheres em situação de vulnerabilidade social.

A iniciativa assiste mulheres do bairro Consolação e adjacências, em Vitória, com acolhimento psicológico para mulheres-mães ou em função materna das crianças e adolescentes que frequentam cursos e oficinas no contra turno escolar. Dessa forma, promove fortalecimento dos vínculos com famílias e comunidade. O nome do projeto remete as mulheres que foram nossas ancestrais e que dispunham de um espaço, a tenda vermelha, onde se reuniam durante os dias de menstruação, para dar à luz seus filhos estando aos cuidados de outras mulheres, para ouvir e contar histórias, para rir e chorar juntas.

Semanalmente, são atendidas aproximadamente 35 mulheres que oferece espaços seguros de fala e escuta dessas mulheres, utilizando como abordagem prática rodas de conversas e novas formas de ressignificação à luz da Psicologia, visando a percepção de suas próprias vivências, ressignificando o processo de construção de si mesmas, seus modos de ser e estar no mundo. O espaço coletivo aborda assuntos que impactam na vida das mulheres, como: “o que é ser mulher”, identidade, perspectiva de vida, sonhos, autoconhecimento, maternidade, etc.

Reunidas em um grande círculo, sentadas no chão de madeira com o intuito de fortalecer o grupo. Para a acadêmica Thaís Barbosa da Silva Almeida, “Os encontros fazem parte do nosso Projeto Integrador para levar escuta e acolhimento às mulheres em processo de maternidade ou vulnerabilidade social, seja violência doméstica, relacionamento abusivo, perdas de familiares pela Covid-19, ou risco social. Enquanto as mães estão nas rodas de conversas, as crianças são assistidas por outro projeto no Instituto João XXIII.”

Logo Unisales