Como é o curso de Engenharia da Computação?

Como é o curso de Engenharia da Computação?

Você é daquelas pessoas que se interessam pela tecnologia, seu funcionamento e aplicação? Então o curso de Engenharia da Computação pode ser ideal para você!

Essa graduação é uma das mais buscadas entre os vestibulandos que se interessam pela área tecnológica, pois o setor está em constante crescimento e demanda profissionais qualificados.

Neste post, você fica sabendo como é a graduação em Engenharia da Computação e outros detalhes que vão te ajudar nesta escolha!

O que é Engenharia da Computação?

Engenharia da Computação é uma vertente da Engenharia que se ocupa de planejar, projetar, implementar, testar e verificar sistemas de computação, tais como computadores, microprocessadores, sistemas de automação e robótica, entre outros.

Trata-se de uma área de extrema importância para o desenvolvimento tecnológico de empresas e países, portanto, vem ganhando destaque cada vez maior no mercado de trabalho.

O que se estuda em Engenharia da Computação?

Durante a graduação em Engenharia da Computação, o estudante entra em contato com uma série de conhecimentos que o auxiliam a compreender as bases da Engenharia da Computação, como matemática, estatística, linguagens de programação e física, entre outros.

Como o curso de Engenharia da Computação é voltado ao desenvolvimento de soluções, os alunos da graduação são constantemente incentivados a colocar em prática os conhecimentos adquiridos, portanto, o desenvolvimento de protótipos é trabalhado ao longo de toda a formação.

Os módulos do curso são segmentados de acordo com eixos temáticos, facilitando a absorção dos conhecimentos. Assim, o curso do UniSales está dividido da seguinte maneira:

  • Fundamentos da Engenharia e Programação;
  • Mecânica, Elétrica e Programação Estruturada;
  • Eletrônica, Computação e Programação Orientada a Objetos;
  • Engenharia de Software e Sistemas Desktop;
  • Redes de Computadores e Sistemas Web;
  • Sistemas de Telecomunicações e Sistemas Mobile;
  • Tecnologias Embarcadas e Sistemas Dinâmicos;
  • Engenharia de Automação e Controle de Processos;
  • Automação Industrial e Robótica;
  • Inteligência Artificial e Internet das Coisas.

Cada eixo educativo tem a duração de um semestre, dentro do qual são trabalhados conceitos mais específicos de cada subárea. Ao final de cada período, o aluno apresenta um projeto integrador, que visa avaliar o aprendizado durante o semestre e a capacidade de cada aluno de aplicar os conhecimentos adquiridos.

Agora que você sabe o que se aprende em Engenharia de Computação, certamente deve estar se perguntando como é o mercado de trabalho para esse profissional. Acertamos? Então veja só:

Como é o mercado de trabalho para quem se forma em Engenharia de Computação?

O estudante que conclui a faculdade de Engenharia de Computação pode atuar em empresas públicas e privadas, desenvolvendo soluções como sistemas de automação industrial, aplicativos para smartphones, sistemas embarcados e robôs, entre outras.

Como o uso da tecnologia é cada vez maior, tanto no ambiente empresarial quanto nas residências das pessoas, a empregabilidade desse profissional é bastante alta.

Empresas de diversos segmentos contratam o engenheiro de computação, como as de telefonia, de fabricação de automóveis, de desenvolvimento de hardware e software.

Também há espaço para aqueles que desejam atuar como consultores ou profissionais autônomos, desenvolvendo soluções próprias e comercializando-as.

Quem se identifica com a área acadêmica pode se tornar professor de cursos técnicos e superiores, formando novos profissionais para atuar no segmento.

Pronto para se tornar um engenheiro de computação? Acesse o site do UniSales e inscreva-se para o vestibular!

Logo Unisales