Empreendedorismo digital: como começar um negócio pela internet

Empreendedorismo digital: como começar um negócio pela internet

Algum tempo atrás, só era possível comprar ou vender alguma coisa se o consumidor fosse até a loja buscar o produto. Mas, hoje, com o crescimento da internet e a conexão de banda larga mais acessível, as relações comerciais entre empresa e consumidor mudaram muito.

Os meios digitais facilitaram tanto a vida dos consumidores quanto a de quem deseja ser dono do próprio negócio, possibilitando ter um comércio de forma menos burocrática e mais lucrativa.

Pesquisas demonstram que o empreendedorismo digital é um segmento que só cresceu nos últimos anos, “salvando” a economia durante a pandemia do COVID-19, pela comodidade de adquirir qualquer produto sem sair de casa.

Além do custo reduzido, pela internet, você pode atrair um público maior do que apenas os consumidores do seu bairro. E mesmo que já seja dono de uma loja física, é necessário levar sua empresa para o meio digital, uma vez que a internet é uma fonte inesgotável de novos clientes!

Quer saber como iniciar sua carreira no empreendedorismo digital e aproveitar tudo o que esse mercado oferece? Neste artigo, você confere todas as dicas!

Razões para ingressar no empreendedorismo digital

Já citamos alguns benefícios logo no início deste texto, mas, nas próximas linhas, vamos explicar melhor por que vale a pena investir em um empreendimento digital. Veja as vantagens:

Mobilidade e independência profissional

O trabalho remoto é um formato já adotado em outros países e empresas multinacionais, que, finalmente, está se popularizando no Brasil. Tornando-se um empreendedor digital, você mesmo faz o seu horário de trabalho, sem a necessidade de ficar preso a um escritório.

Negócio escalável

A internet oferece muitas ferramentas e canais de vendas. Utilizando as estratégias certas — redes sociais, conteúdo, SEO — é possível alcançar grande visibilidade, levando sua marca a lugares que você não poderia alcançar em um modelo de negócio tradicional.

É claro que tudo depende do seu produto, mas você pode começar com localidades mais próximas e enviando produtos pelo correio. Mais adiante, vamos mostrar que é possível ganhar dinheiro na internet sem se preocupar nem com a logística.

Redução de custos

O processo de abertura de um negócio online é bem mais simples, pois o empreendedor digital não precisará obter um ponto comercial, muito menos as licenças exigidas pela prefeitura.

Tudo o que você deve fazer é contratar um bom serviço de hospedagem e adquirir um domínio (nome do site), para colocar o seu site no ar.

Ah, também é importante prever o custo com os serviços de web design e ferramentas necessárias para alavancar o negócio na rede. Mas, mesmo assim, os custos iniciais e fixos do empreendimento não chegarão nem perto do que você teria com uma loja física, como água, luz, telefone, funcionários etc.

Saiba como iniciar o seu negócio pela internet em 6 passos

1. Escolha um nicho de mercado

Já é possível vender de tudo na internet, dos bens de consumo mais comuns até os produtos personalizados. Por isso, para ter mais chances de sucesso nessa empreitada, é importante focar em um produto ou serviço com o qual que realmente tenha afinidade e, de preferência, seja uma novidade no mercado.

2. Desenvolva sua persona

Anunciar seu produto sem definir seu consumidor ideal é um erro que muitos empreendedores digitais cometem. Portanto, invista o tempo que for necessário para mapear a sua persona, descobrindo as suas principais características, estilo de vida e desafios que o seu produto e serviço pode ajudá-la a vencer. 

3. Monte seu plano de negócios

Assim como em um negócio tradicional, você não pode lançar um negócio online sem ter um planejamento detalhado com objetivos e metas de crescimento. Esse planejamento deve incluir o estudo sobre o seu nicho e a persona.

4. Estude os formatos digitais

Vender produtos físicos na internet montando um e-commerce pode ser um ótimo negócio, desde que você tenha recursos para investir em uma estrutura de armazenamento, logística de entrega e ofereça produtos de qualidade, já que a concorrência com as lojas online será muito grande.

Porém, se você está começando no empreendedorismo digital e não tem muito dinheiro, o mais indicado é criar produtos exclusivos, de acordo com o seu conhecimento e habilidades. 

Pode ser fazendo artesanato e criando peças personalizadas, por exemplo. No entanto, a maior aposta do empreendedorismo digital é algo que não necessita de investimento em matéria-prima ou estoque. Você pode vender o seu conhecimento.

É isso mesmo. Há muita gente se destacando na internet com a venda de cursos ou livros online, que são produtos digitais que não dependem de logística para chegar aos clientes. Basta clicar um botão para baixar no seu dispositivo ou acessar numa plataforma online, com muita comodidade e rapidez.

O produto digital possui um custo muito menor de produção e pode ser vendido a um preço mais elevado. Se você pretende oferecer serviços que requerem acompanhamento constante do cliente, como uma consultoria, você pode cobrar mais por isso. Isso sem falar na escala, que, como já explicamos, é a possibilidade de comercializar seu produto para pessoas em todo o Brasil ou até mesmo do exterior.

5. Fique de olho na concorrência

O empreendedorismo digital tem muitas vantagens, mas não se pode ignorar a concorrência, que está cada vez mais acirrada. Por isso, a entrada no mercado digital requer uma atenção ainda maior com os concorrentes.

Assim que definir o seu nicho de atuação, descubra quais as empresas que mais se destacam e o que elas oferecem como diferencial. Isso pode ser feito de forma muito simples, acessando o site oficial ou as redes sociais dessas empresas.

6. Conheça as ferramentas de marketing digital e crie suas páginas profissionais nas redes

E por falar em redes sociais, elas são uma grande aposta para alavancar o seu negócio na internet, por três motivos:

  • O acesso a elas é gratuito 
  • Uma boa gestão de redes sociais, com conteúdo frequente e adequado ao seu público, garante maior visibilidade do seu negócio digital na internet sem investimento em anúncios.
  • Segundo um estudo da Nuvem Shop, plataforma de e-commerce, as transações nas redes sociais já representam 22% das vendas no comércio eletrônico, e 75% desse total é feito pelo Instagram, interagindo com posts comuns ou patrocinados (anúncios).

O empreendedorismo digital pode ser uma ótima alternativa para você, que está iniciando sua vida profissional agora, ou está buscando uma mudança na carreira.

Mas, seja qual for o seu objetivo, é preciso adquirir conhecimento. Então, que tal começar em uma universidade que busca inovação constante e está preparada para o futuro? Clique aqui e conheça os cursos do UniSales!

Logo Unisales